quarta-feira, 1 de abril de 2015

7 atitudes indispensável de um obreiro em relação ao seu pastor

1. RESPEITO...
2. OUVIR O SEU PASTOR...
3. SEQUIR O EXEMPLO DE SEU PASTOR...
4. ENTENDER QUE SEU PASTOR É HUMANO...
5. DÁ PRESENTE SEMPRE...
6. FALAR BEM DE SEU PASTOR...
7. SEJA TRANSPARENTE COM SEU PASTOR...

As 5 coisas que um homem espera de uma mulher

1. RESPEITO:

2. ADMIRAÇÃO:

3. PRIORIDADE:

4. VISUAL:

5. SEXUALIDADE:

sábado, 28 de março de 2015

Seis orações que foram atendidas (Mt 15.25)

Seis orações que foram atendidas (Mt 15.25)

1. Senhor, lembra-te de mim! (Lc 23.42).

2. Deus, sê propício a mim, pecador! (Lc 18.13).

3. Tem compaixão de mim, Filho de Davi! (Mc 10.47).

4. Senhor, socorre-me! (Mt 15.25).

5. Jesus, Mestre, compadece-te de nós! (Lc 17.13).

6. Senhor, salva-nos! (Mt 8.25).

A mulher cananeia (Mt 15.22-28)

A mulher cananeia (Mt 15.22-28)

1. Quem ela era?

a. Uma cananeia, pagã, longe das promessas (Ef 2.12).

b. Alguém que era considerada morta nos pecados (Ef 2.12).

2. Qual a sua necessidade? Sua filha estava com grandes problemas (v. 22).

3. A quem ela recorreu? A Jesus, que destrói as obras satânicas (1Jo 3.8).

4. Como ela veio a Jesus?

a. Com profunda humildade, reconhecendo que não era digna (v. 27).

b. Clamando por graça e compaixão (v. 22).

c. Confiando firmemente na ajuda de Jesus (v. 28).

d. Crendo em Jesus como o Filho de Davi, o Messias (v. 22).

5. Qual a sua experiência com Jesus?

a. Ela teve uma grande experiência (v. 28).

b. Ela agradeceu e adorou (v. 25).

Uma difícil prova de fé (Mt 15.21-28)

Uma difícil prova de fé (Mt 15.21-28)

O Senhor não olha para a raça e origem da pessoa, mas sim para sua fé.

1. Uma mãe amorosa e sofredora.

  a. Entre todos os povos, o amor de mãe é capaz de qualquer sacrifício. Isto ela nos mostrou.

  b. Era destituída das promessas para o povo de Deus (vs. 22,24).

  c. Sua fé: chamou o Senhor de “Filho de Davi” (v. 22).

  d. Sua persistência: não desistiu.

  e. Sua abnegação: permitiu ser comparada a cachorrinhos (vs. 25-26).

2. Seu refúgio verdadeiro.

  a. Ouviu do Senhor, o único Salvador (vs. 22,28).

  b. Caiu de joelhos e o adorou (vs. 25-27).

3. A prova de fé.

  a. A mãe foi provada seriamente.

  b. Era uma mulher cananeia.

  c. O Senhor calou-se diante dos seus pedidos (v. 23).

  d. Os discípulos queriam mandá-la embora (v. 23).

4. A vitória da fé.

  a. Jesus disse-lhe: “faça-se contigo, como queres” (v. 28).

  b. Sua fé alegrou o Senhor. Ele não exaltou sua humildade, seu amor de mãe ou sua persistência, mas sua fé.

  c. Sua filha foi curada.

Hipócritas (Mt 15.8)

Hipócritas (Mt 15.8)

1. Sua malícia: revelada pelo Senhor (Mt 22.18; Jo 2.25).

2. Sua cegueira: perderam a visão da realidade e dos valores (Mt 23.17,19,23,26).

3. Sua aparência: o exterior é mais importante para eles que a Palavra (Mt 15.1-3; 2Tm 3.5; 2Co 5.12).

4. Suas orações: são apenas de lábios (Mt 15.8).

5. Seu zelo: fazer prosélitos (Mt 23.15).

6. Seu prazer: serem honrados pelos homens (Mt 23.6-7).

7. Seu julgamento: as Escrituras lançam sobre eles um “ai” condenador (Mt 23.13; Is 29.15).

Obstáculos na vida de fé (Mt 14.31)

Obstáculos na vida de fé (Mt 14.31)

1. As raposinhas que devastam os vinhedos (Ct 2.15).

2. Sono e preguiça (Pv 6.10).

3. Estultícia (Ec 10.1).

4. Pouco ânimo (Gl 5.9).

5. Pequena fé, desconfiança (Mt 14.31).

6. Um pequeno órgão, a língua (Tg 3.5).

7. Pouco amor (Lc 7.47).